segunda-feira, 25 de junho de 2012

Deuses Gregos


                                             Zeus
   Zeus é o rei dos deuses,soberano do monte olimpo e DEUS do céu e do trovão, seus símbolos são:relâmpago, a águia, o touro e o carvalho esses símbolos representam seus poderes.Seu nome significa pelo grego antigo rei divino.
  Zeus era filho mais jovem do casal de titãs Cronos e Rea.Casou com sua irmã Hera.Porém, de acordo com a mitologia grega, teve várias amantes (deusas e mortais) e vários filhos destes relacionamentos. Os filhos mais conhecidos de Zeus são: Apolo (deus da medicina e da luz), Atenas (deusa da sabedoria e da estratégia), Hermes (deus do comércio e dos viajantes), Perséfone (deusa do mundo subterrâneo), Dionísio (deus do vinho) , Herácles (herói grego) , Helena (princesa grega) , Minos (rei de Creta) e Hefesto (deus do fogo).
   Na mitologia romana é conhecido como JÙPITER.
Atena
   Atena também conhecida como  como Palas Atena é a deusa da  guerra,da civilização,da sabedoria,da estratégia,das arte,da justiça e da habilidade, seu símbolo é a lança em sua mão(significa estratégia de vencer), .Era uma deusa virgem,linda guerreira protetora de seus heróis escolhidos e também de sua cidade Atenas.
Filha predileta de Zeus e também filha da deusa Métis,porém quando Métis ficou grávida, Zeus a engoliu com medo que sua filha nascer mais poderosa que ele e tirar seu trono,mas para isso acontecer  convenceu Métis a participar de uma brincadeira de se transformar em um animal diferente então Métis virou uma mosca e Zeus a engoliu,e Métis foi para a cabeça dele.Mas ao passar dos anos, Zeus sentiu uma forte dor de cabeça e pediu para Hefesto lhe dar uma machadada, foi então  que Atena já adulta saiu pelo celebro de seu pai toda vestida como uma guerreira.


 Hera 

 Hera é a Deusa do casamento, protetora das mulheres e dos nascimentos, os romanos os chamavam de Juno(rainha dos Deuses) . Esposa e irmã de Zeus (deus dos deuses), ela possuía uma personalidade forte, marcada pela agressividade, orgulho e pelo ciúme. Este comportamento fazia com que ela ficasse perseguindo as amantes de Zeus. Num dos mitos, Hera tenta matar o herói grego Heracles (Hércules), quando este ainda era apenas um bebê. 

  De acordo com os mitos, Hera mostrava apenas os olhos para os mortais e apresentava-se sempre com uma coroa de ouro na cabeça. Ela marcava os locais que protegia com penas de pavão (seu pássaro favorito). 

Hera possuía sete templos na Grécia, que, de acordo com a mitologia, foram destruídos pelo herói Heracles que a aprisionou num jarro de barro.

De acordo com a mitologia, Hera tinha como principal rival a deusa Afrodite (do amor). Muito vaidosa, Hera tinha raiva de Afrodite, pois queria ser mais bonita do que a deusa do amor.



                                         Afrodite
  Afrodite é a  deusa do amor, da beleza e sexualidade.Conhecida pelos romanos Vênus.De acordo com a Teogonia, de Hesíodo, ela nasceu quando Cronos cortou os órgãos genitais de Urano e arremessou-os no mar; da espuma (aphros) surgida ergueu-se Afrodite.
 Por sua beleza, os outros deuses temiam que o ciúme pusesse um fim à paz que reinava entre eles, dando início a uma guerra; por este motivo Zeusa casou com Hefesto, que não era visto como uma ameaça. Afrodite teve diversos amantes, tanto deuses como Ares quanto mortais como Anquises. A deusa também foi de importância crucial para a lenda de Eros e Psiquê, e foi descrita, em relatos posteriores de seu mito, tanto como amante deAdônis quanto sua mãe adotiva. Diversos outros personagens da mitologia grega foram descritos como seus filhos.
Afrodite recebe os nomes de Citere ou Citereia (Cytherea) e Cípria (Cypris) por dois locais onde seu culto era célebre na AntiguidadeCitera eChipre - ambos os quais alegavam ser o local de nascimento dela












                                          Deméter

  Deméter é a deusa da agricultura e da colheita,os romanos a chamava de Ceres.Era ela quem nutria a terra com a vegetação verde. Era considerada também como a deusa protetora do casamento e da lei sagrada. Era venerada como a responsável pelas estações do ano.Filha de Cronos e Réia e irmã de Zeus, Hera e outros Deuses.Seu símbolo é o trigo que significa a civilização.
 Deméter e Zeus  tiveram uma filha chamada  Perséfone. Ela é uma das deusas que tiveram filhos com mortais, e teve com o herói cretense Iásio o deus Pluto[3]. Um fragmento do Catálogo de Mulheres, de Hesíodo, sugere que Deméter teve um outro amante mortal, Eetion, que foi fulminado por um raio de Zeus[4]. Alguns críticos consideram que Iásio eEetion são a mesma pessoa[5].
Quando Hades raptou Perséfone e a levou para seu reino subterrâneo, Deméter ficou desesperada, saiu como louca Terra afora sem comer e nem descansar. Decidiu não voltar para o Olimpo enquanto sua filha não lhe fosse devolvida, e culpando a terra por ter aberto a passagem para Hades levar sua amada filha.
   Durante o tempo em que Deméter ficou fora do Olimpo a terra tornou-se estéril, o gado morreu, o arado quebrou, os grãos não germinaram. Sem comida a população sofria de fome e doenças. A fonte Aretusa (em outras versões, a ninfa Ciana, metarmofoseada em um rio) então contou que a terra abriu-se de má vontade, obedecendo às ordens de Hades e que Perséfone estava no Érebo, triste mas com pose de rainha, como esposa do monarca do mundo dos mortos.
Com a situação caótica em que estava a terra estéril, Zeus pediu a Hades que devolvesse Perséfone. Ele concordou, porém antes, fê-la comer um bago de romã e assim a prendeu para sempre aos infernos, pois quem comesse qualquer alimento nessa região ficava obrigado a retornar.
Com isso, ficou estabelecido que Perséfone passaria um período do ano com a mãe, e outro com Hades, quando é chamada Proserpina. O primeiro período corresponde à primavera, em que os grãos brotam, saindo da terra assim como Proserpina. Neste período Perséfone é chamada Core, a moça. O segundo é o da semeadura de outono, quando os grãos são enterrados, da mesma forma que Perséfone volta a ser Proserpina no reino do seu marido.
Os Mistérios de Elêusis, celebrados no culto à deusa, na Grécia, interpretam essa lenda como um símbolo contínuo de morte e ressurreição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário